23 março 2007

AMARILDO

Nome: Amarildo
Nome Completo: Amarildo Tavares da Silveira
Apelido: Possesso
Nascimento / Falecimento: 29 julho 1940 / vivo
Localidade: Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil, América
Posição: atacante
Seleção: brasileira
Participação em Copas: 1 (Chile, 1962)
Início / Fim da carreira: 1956 a 1974


HISTÓRIA

Nascido em 29 de julho de 1940 na cidade de Campos dos Goytacazes no estado do Rio de Janeiro, foi onde também começou sua carreira, jogando pelo time da cidade Goytacaz. Logo após sua revelação, transferiu-se para o Flamengo e logo após para o Botafogo. Durante sua estadia no Botafogo, "possesso" como era conhecido, em plena forma, conquistou dois Campeonatos Cariocas e sua convocação para a seleção brasileira para jogar na Copa de 1962 no Chile.

Amarildo que começou o mundial no banco, sendo reserva de ninguém menos que Pelé, não podia imaginar que se tornaria uma das peças fundamentais para a conquista da Copa. No segundo jogo da seleção brasileira pela Copa, contra a Tchecoslováquia, Pelé se contundiu, ficando fora da Copa. No jogo seguinte, "possesso" recebeu a responsabilidade de substituir o Rei Pelé, e se saiu bem, marcando 2 gols frente a Espanha, e dando a vitória ao Brasil, no que foi considerado o jogo mais difícil da seleção na Copa de 1962.

Na final da Copa contra a Tchecoslováquia, Amarildo fez o primeiro gol da seleção, abrindo o marcador e contribuindo para a vitória e a conquista da Copa, recebendo o apelido de "possesso" pela sua bela atuação no jogo e durante toda a Copa.

Atacante fatal na finalização, potente e muito com muita garra, Amarildo desperta o interesse de clubes italianos. Em 1963, "possesso" passa a integrar o time do Milan, e se torna rapidamente um dos craques da "Rosso Nero" e da Itália. Ainda jogou em mais dois grandes times italianos, em 1967 assina contrato com a Fiorentina onde conquista um Campeonato Italiano em 1969. Em 1971 passa a atuar no time da Roma, sendo esse seu último time italiano e internacional.
Amarildo retorna ao futebol brasileiro em 1973, atuando agora pelo Vasco da Gama, onde encerra sua carreira em 1974 com 32 anos de idade.

No Botafogo foi "eternizado" como titular do maior ataque do Glorioso em todos os tempos: Didi, Garrincha, Quarentinha, Zagallo e Amarildo. Considera-se que Amarildo e Garrincha ganharam "sozinhos" a Copa do Chile para o Brasil. No Milan, na decisão do Mundial de Clubes contra o Santos em 1963, ele integrou o célebre ataque rubro-negro ao lado de Mora, Lodetti, Mazzola e Gianni Rivera.

Por pouco não jogou futebol. Foi dispensado nos juvenis do Flamengo. Resolveu servir ao exército, até que o jogador Paulistinha o convenceu a fazer teste no Botafogo. Acabou aprovado. No alvinegro carioca fez 238 partidas e 135 gols.

Após a aposentadoria, "Possesso" chegou a atuar como treinador na Itália, para onde voltou depois de decretar o fim de sua carreira. Lá, ele formou uma família com a esposa Fiamma. São duas filhas, uma brasileira e uma italiana, e um neto.



CLUBES

- Goytacaz (Brasil): 1956/1957.
- Flamengo (Brasil): 1958.
- Botafogo (Brasil): 1959-1963.
- Milan (Itália): 1963-1967.
- Fiorentina (Itália): 1967-1971.
- Roma (Itália): 1971-1972.
- Vasco (Brasil): 1973-1974.



TÍTULOS, NÚMEROS, FATOS

- Melhor artilheiro do campeonato carioca: 1961 (Botafogo);
- Melhor artilheiro do torneio Rio-São Paulo: 1962 (Botafogo);
- Campeonato Carioca: 1961 e 1962 (Botafogo);
- Campeonato Italiano: 1969 (Fiorentina);
- Copa do Mundo: 1962 (Seleção Brasileira);
- Copa O'Higgins: 1961 (Botafogo);
- Copa Oswaldo Cruz: 1961, 1962 (Botafogo);
- Copa Roca: 1963 (Botafogo);
- Torneio Rio-São Paulo: 1962 (Botafogo).

1 Comentários:

Anonymous Igor Passos said...

Gostaria de saber se tem como me mandar as fotos do Amarildo?
Sou torcedor do Goytacaz(time pelo qual ele comecou) e gostaria de fazer uma bandeira com umas dessas fotos dele!

iguinhosaci@hotmail.com

GRATO!

agosto 20, 2008 11:18 AM  

Postar um comentário

Links deste post:

Criar um link

<< Home